03/03/2010

A ARTE DE CULTIVAR VIRTUDES

 

crianca

Um avô e seu neto, caminhando pelo quintal, ora se agachando aqui, ora ali, em animada conversação, não é cena muito comum nos dias atuais.

O garoto, de 4 anos de idade, aprendia a cultivar e a cuidar das plantas com o exemplo do seu avô, que tinha tempo para o netinho sempre que este o visitava.

Era por isso que o pequeno Nícolas acariciava as mudinhas que havia plantado e dizia:

“Quem planta colhe, né vovô?

Mas o avô não é habilidoso apenas no cultivo de plantas, é hábil também na arte de cultivar virtudes.

Entre uma conversa e outra, entre a carícia numa flor e uma erva daninha que arrancava, ele ia cultivando virtudes naquele coração infantil.

Ia ensinando que para obter frutos saborosos e flores perfumadas é preciso cuidado, dedicação, atenção e conhecimento.

E que, acima de tudo, é preciso semear, pois sem semeadura não há colheita.

O cuidado do pequeno Nícolas pelas plantas era fruto do ensinamento que recebeu desde pequenino, pois nem sempre foi assim.

Quando começou a engatinhar, suas mãozinhas eram ligeiras em arrancar tudo o que via pela frente, como qualquer bebê que quer conhecer o mundo pela raiz...

E, se não tivesse por perto alguém que lhe ensinasse a respeitar a natureza, talvez até hoje seu comportamento fosse o mesmo, como muitas crianças da sua idade ou até maiores.

Importante observar que as melhores e mais sólidas lições as crianças aprendem no dia-a-dia, com os exemplos que observam nos adultos.

É mais pela observação dos atos, do que pelos conselhos, que os pequenos vão formando seus caracteres.

Se a criança cresce em meio ao desleixo, ao descuido, às mentiras, ao desrespeito, vendo os adultos se agredindo mutuamente, ela aprenderá essas lições.

Assim, se temos a intenção de passar nobres ensinamentos a alguém, se faz necessário que prestemos muita atenção ao nosso modo de vida, às nossas ações diárias.

Como todo bom jardineiro, os educadores devem ser bons cultivadores de virtudes e valores.

Devem observar com cuidado as tendências dos filhos e procurar semear na alma infantil as sementes das quais surgem as virtudes, ao tempo em que as preservam das ervas-daninhas, das pragas, da seca e das enchentes. Sem esquecer o adubo do amor.

A alma da criança que cresce sem esses cuidados básicos por parte dos adultos, geralmente se torna campo tomado pelas ervas más dos vícios de toda ordem.

E, de todas as ervas más, as mais perigosas são o orgulho e o egoísmo, pois são as que dão origem às demais.

Por isso a importância dos cuidados desde cedo. E para se ter êxito nessa missão de jardineiro de almas, é preciso atenção, dedicação, persistência, determinação.

O campo espiritual exige sempre o empenho do amor do jardineiro para que possa produzir bons resultados.

E o empenho do amor muitas vezes exige alta dose de renúncia e de coragem. Coragem de renunciar aos próprios vícios para dar exemplos dignos de serem seguidos.

Os jardins da alma infantil são férteis e receptivos aos ensinamentos que percebem nas ações dos adultos.

Por essa razão vale a pena dedicar tempo no cultivo das virtudes, antes que as sementes de ervas-daninhas sejam ali jogadas, nasçam e abafem a boa semente.

Pense nisso!

Para que você seja um bom cultivador de almas, é preciso que tenha em sua sementeira interior as mudinhas das virtudes.

Somente quem possui pode oferecer. Somente quem planta, pode colher.

Pense nisso, e seja um cultivador de virtudes.

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita

19 comentários:

  1. Mais uma maravilhosa e bem reflexiva mensagem!beijos,chica

    ResponderExcluir
  2. Dear Marcia. Esta é uma história muito bonita. Penso também que todas as gerações podem aprender com o outro. Vemo-lo todos os dias para os nossos netos. Amor de Inge

    ResponderExcluir
  3. Marcia que mensagem mais linda!!! O que se planta, se colhe, não resta a menor dúvida, por isso tenho o maior cuidado no trato com as pessoas, o que não quero para mim não quero para o meu próximo.
    Um grande abraço, seu blog está um amor!

    ResponderExcluir
  4. Nem ha o que comentar!
    Lindo texto.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Marcia, este es un ejemplo para construir una verdadera sociedad. gracias por compartir.
    besos

    ResponderExcluir
  6. Olá Inge, seja bem vinda!!
    Obrigada pela sua amável visita e por seguir o meu blog! Que bom que você fala português, assim poderá visitar-me mais vezes! Sou brasileira mas, vivo aqui na Alemanha.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  7. Oi Chica, amiga de longas datas,
    gracias pela sua nobre presenca aqui!!!
    Grande beijos com muito carinho.

    ResponderExcluir
  8. Dora querida,
    um amor é você, sempre amável!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Meu grande amigo REltih!
    Obrigado pela sua visita!
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olha eu aquiiiiii...teus olhinhos azuissss...não suportando a saudade de ti,deixei meu orgulho de lado e.....vim te ver...mas só dessa vez...porque da outra,eu venho também...huaschuaschuasch...tu és TUDO!!!
    Um beijo e um \o/ upaaaaaaaa \o/ do tamanho do mundo para ti!!!!
    PS.:Gostei demais da tua postagem!

    ResponderExcluir
  11. Mais uma bela lição de vida.
    Bjkas, minha querida.

    ResponderExcluir
  12. Dear Marcia, I found here a wonerful blog, it is so greatful and nice. Best regards Shoushou

    ResponderExcluir
  13. Olá Marcia,
    Que bom que gostou do "nosso" Blog!!
    O seu blog está muito lindo!!
    Parabéns!!
    Bjkas

    ResponderExcluir
  14. Quem semeia urzes ,só podertá colher espinhos,pois a semeadura livre,mas a colheita é obrigatória.Bjs............. e estou esperando a visita em meu novo blog:http://rumoslibertadores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Marcia,

    Parabéns pelo belo texto com que nos premiou.
    Levo mais este aprendizado no dia de hoje, com o coração mais abundante do que quando entrei.
    Desejo a você e os seus, um sereno domingo
    Meu carinho, sempre

    ResponderExcluir
  16. Olá Marcia,
    Que texto bonito!!
    Parabéns pelo "Dia Da Mulher"!!
    Bjkas,Lambs e Ronrons

    ResponderExcluir
  17. Amei tua visita...Obrigada!!!

    Buenasssssssss...
    Ao escutar teus gemidos de saudades,vim correndinho só pra te ver...também...faz alguns dias que tu não sentes meu cheirinho...eu sei que tu não aguentas...heheheeee...
    Vou fazer um baita control C e V desse comentário...não faz essa carinha de...NÃO GOSTEI...já imaginou eu me dividindo em 66 pedacinhos (é o número de blogs que eu sigo e onde me recarrego de coisas boas)!?
    Por isso que entro tiquetaqueando com meus saltinhos cobertos com pedrinhas de brilhantes...passeio...passeio...e quase me deixo ficar para sempre... mas saio correndo...guardando entre meus peitinhos firmes e fartos a melhor parte de teu blog:A BELEZA DA TUA ALMA MARAVILHOSA,EMBALADA DENTRO DE MEU CORAÇÃO!
    Não fica com ciúmes do meu carinho pelos outros blogs...
    UM beijo...DUAS piscadinhas dos OLHOS AZUIS, como é azul o céu de meu amado BRASIL...sill...silll e TRES \o/\o/\o/ upassssabraços \o/\o/\o/ (um de chegar,outro de ficar e o terceiro de despedir)...se quiseres mais beijos...rsrsrsrs...é só buscar,tenho uma montanha deles pra ti!!!!!!

    ResponderExcluir
  18. Oi Marcia! Tudo bem? Quero te oferecer um Selinho Awaed Beautil Blogger. Passa no "Leio..." para pegar. Amanhã tem homenagem para todas as Mulheres nos meus três blogs. Espero uma visita, e vai ter selinho também.
    Um abraço
    Marineide

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário. Ele é muito especial para mim.