08/12/2011

EU, O MENINO E O CACHORRO

a eu e o cao

E eu só reclamava da vida...
reclamava da noite porque eu não dormia,
reclamava do dia porque eu sofria,
reclamava do frio que me gelava a alma,
reclamava do calor que me atirava ao desânimo.
Para tudo e para todos eu tinha uma resposta,
para a minha derrota eu sempre tinha um culpado,
para o meu desamor sempre tinha um "alguém",
para tudo uma reclamação,
eu era o próprio azedume
Ai de quem me criticasse,
que apontasse o erro que eu não enxergava,
para tudo tinha que haver um culpado,
eu era a vítima do sistema, das pessoas, do mundo,
eu sempre fui traído, enganado, sofrido...
Carregava aquela cruz pesada de ódio,
e eu só reclamava da vida,
seja de noite, seja de dia.
Até quem dia, um menino, desses meninos de rua,
me pediu uma ajuda, e eu já estava pronto para ofendê-lo,
quando ele pegou na minha mão e arrastou-me,
se é que um menino tão pequeno teria essa força.
No canto da rua ele me mostrou um cachorro muito sujo,
que estava com a pata como que quebrada e cheio de feridas.
O menino puxou a minha mão e fez chegar perto do cachorro.
Ele olhava pra mim e depois para o cachorro,
e falou numa voz que eu não consigo esquecer:
- Moço, sara ele pra mim! é o meu melhor amigo.
Não sei porque e nem quero saber,
mas eu não aguentei e chorei...
Chorei como criança, como quem abre uma torneira,
como se uma porta que estava fechada
há muito tempo dentro de mim,
se abrisse escancaradamente...
O menino não entendeu o meu choro e perguntou:
- Ele vai morrer moço? è grave assim...
Despertei do meu choro e agarrei aquele cachorro com muito cuidado.
Levei-o até a minha casa, poucos quarteirões dali,
e tratei daquele cachorro como se fosse um filho,
e o menino, que vivia pelas ruas,
foi ficando, e cuidou de mim,
curou minhas feridas,
antes mesmo de eu curar as feridas do cachorro.
Hoje, não reclamo mais de nada,
tudo para mim tem um sentido,
tudo é perfeito, até o que dá errado.
Faz 16 anos que o menino de rua pegou na minha mão,
mudou a minha vida, transformou esse ser.
Mostrou-me o caminho do amor,
amor que restaura, cura, seca feridas, renova,
traz esperança, e esperança é o nome do amor.
E esse menino, que hoje me chama de pai,
destranca portas e janelas da minha alma todos os dias,
quando segura na minha mão e me agradece por cada coisa tão pequena,
os banhos, as roupas, a comida, a escola, a adoção,
coisas que muita gente tem e não dá nenhum valor,
ele me recompensa com carinho e dedicação.
Hoje é a sua formatura, e eu nem sei o que dizer,
sou grato a Deus por ele entrar na minha vida,
por quebrantar meu coração,
e não largar mais a minha mão.
Hoje eu bendigo a vida.
Valorize a sua vida, preencha-a com o amor:

Paulo Roberto Gaefke

"Perdoem-me a falta de atualizacoes no blog.".

10 comentários:

  1. Que lindo texto. Emocionante e verdadeiro.

    Eu, que aprendi a valorizar a vida após quase perde-la, amo cachorro e o símbolo que ele pode ter na vida de cada um.


    Parabéns pela nova vida e pela mensagem.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo,Marcia e muito bom te ver.O amos deve estar sempre em nós e perto de nós...Fazia um tempão que não te via!! beijos,lindo fds!chica

    ResponderExcluir
  3. SIEMPRE UN GUSTO LEER SUS REFLEXIONES.
    UN AGRA ABRAZO DESDE COLOMBIA

    ResponderExcluir
  4. Linda mensagem Marcia. A presença de Deus é muito forte quando temos a sensibilidade de capta-la no menor movimento,na mais simples ação.
    Meu abraço com minha admiração.
    Bju.

    ResponderExcluir
  5. Márcia, voltou em gde estilo, brindando-nos com um texto explendido e emocionante. Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Belíssimo texto.Saudades!!Bjs natalinos.

    ResponderExcluir
  7. Deixo o convite para conhecer meu blog de medicina: http://gislenegr.blogspot.com/

    Muita paz, sempre!

    Gislene.

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida

    " Das alturas orvalhem os céus,
    E as nuvens que chovam justiça,
    Que a terra se abra ao amor
    E germine o Deus Salvador"...

    Fico tão sem palavra para agradecer o carinho imensurável com que me cumula ao longo do ano que só posso lhe dizer que te amo fraternalmente...
    Seja muito abençoada e feliz, amiga!!!
    Bjm de paz e FELIZ NATAL... apesar de qualquer vestígio de dor em seu coraçãozinho....

    "Quando eu estiver contigo no fim do dia, poderás ver as minhas cicatrizes,

    e então saberás que eu me feri e também me curei."

    Tagore

    ResponderExcluir
  9. Você sabe o que é o Amor Insuperável?
    Espero você em meu blog, amiga!

    Beijo e uma linda semana!

    Gi.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário. Ele é muito especial para mim.