22/03/2010

O ANEL DE GYGES

platao4

Um pastor chamado Gyges,

encontra por acaso uma caverna

onde jaz um cadáver que usa um anel.

Quando Gyges enfia o anel no próprio dedo,

descobre que ele o torna invisível.

Sem ninguém para monitorar o comportamento,

Gyges passa a praticar más acções

-- seduz a rainha, mata o rei, etc.

Questão moral:

Algum homem seria capaz de resistir à tentação do mal

se soubesse que os seus actos não seriam testemunhados?

(O Anel de Gyges, em «A República» de Platão)

...

12 comentários:

  1. Uma boa questão. Pelo facto de ser invisível não me tira a capacidade de fazer ou não o bem e o mal.
    Claro que em tudo na vida há oportunistas, mas quando temos boa formação nunca ,mas nunca iríamos entrar nesses campos.

    ResponderExcluir
  2. una reflexión para pensarla y repensarla.
    un abrazo

    ResponderExcluir
  3. Um otima questão...
    Mas acho que a maior testemunha somos nós mesmos, ou melhor nossa consciencia, quem consegue praticar atos incorretos e deitar a cabeça no travesseiro e dormir se tem consciencia? Se sabe que errou?
    Acho que a nossa consciencia limpa e o que mais importa, o que mais pesa...Bom essa e minha opinião

    ResponderExcluir
  4. Tudo é uma questão de caráter! Mais uma bela lição de vida, amiga!
    bjkas!

    ResponderExcluir
  5. Querida Marcia, com o pensamento e formação que tenho nesse momento, não faria.
    Deus vê o escondido e vê o interior. Deus anda pelos segredos do nosso coração…
    Boa reflexão!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Realmente uma boa questão.
    Porem a pergunta e fácil e tem resposta obvia para mim.
    E a resposta seria:
    Sim!
    Creio que realmente seriam poucas as pessoas a passar por esta prova e realmente ser etico e moral e continuar o seu caminho sem tirar proveito de tal fato.
    Mas claro a grande questão o sentido do texto e da pergunta é olhar para si e da a resposta a si próprio, pois pode o homem mentir e nunca ser descoberto por ninguém, mas jamais tera o dom de mentir para sua consciência e mesmo que consiga ter tal capacidade jamais conseguira mentir para Deus.

    ResponderExcluir
  7. Amiga.

    Perfeita a reflexão.
    Acredito que muitos poderiam resistir
    a esta tentação.
    Talvez aqueles que se disfarçam de bons
    caíssem nesta tentação.
    Mas aqueles cujos os corações há muito
    estivessem grávidos de amor,
    ética e esperança,
    estes certametne estariam do lado do bem,
    independente de serem vistos ou não.

    Que o teu coração seja sempre casa de alegria.

    ResponderExcluir
  8. Puxa, me levou a refletir...
    belo texto reflexivo.
    Bjos no coração!

    ResponderExcluir
  9. Tiquetaqueando...
    Não... não é o som do meu coração, nem do meu relógio... é o barulhinho dos meus saltinhos, passeando no teu cantinho (já está cansando tanto inho,né?), para reabastecer minha alma de coisas lindas que só encontro por aqui... nem precisas dizer que pensastes:
    Essa Crista me paga... tá pensando o que? Se ela não me visita, eu também não a visito!!!!!
    E eu kéko???? Não estou nem aí... se tu não vens, eu vou... aaaeeeeeeeee... viu como não adianta ficar longe de mim?????
    Eu sou a tal da chiclet... grudo até no pensamento!!!
    Agora que voltei a brilhar com a tua luz... eu vou... e tenha a certeza de que te leio sempre, que gosto muito de ti e que FELIZMENTE, nunca mais vou largar de teu pé... huaschuaschuasch...
    Beijo a palma da tua mão...

    ResponderExcluir
  10. Amigos queridos,
    obrigada pelo carinho de vocês. De fato esta é uma maravilhosa reflexao....Se tivéssemos o poder de ficar invisíveis o que faríamos???
    DEixo para todos um enorme beijo muito carinhoso!!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia.
    Quem se preocupa em dormir com a consciência tranquila, certamente, mesmo "invisível" não faria nada contra a ética.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Passei pra te deixar beijocas, muuuitas!

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário. Ele é muito especial para mim.